FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Terça-feira, 12.12.17 | 01h00
Você está aqui: Home » Notícias »
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
Lusitano 2017 - DVDay
Lusitano 2017 - DVDay
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


700 Anos da Marinha FACEBOOK Oficial

Chegada da Fragata NRP D. Francisco de Almeida que esteve ao serviço da NATO - SNMG1


6-12-2017

A fragata da Marinha Portuguesa D. Francisco de Almeida atracou esta manhã na Base Naval de Lisboa, no Alfeite, depois de quatro meses de missão integrada na força naval permanente da NATO (SNMG1). Na despedida o navio e os militares portugueses foram elogiados pelo seu contributo para a manutenção da segurança no Mar Mediterrâneo como consequência da sua participação na operação internacional de segurança marítima SEA GUARDIAN.

Desde o Golfo da Finlândia, no Mar Báltico ao Mar Mediterrâneo Central, passando pelo Mar do Norte e pelo Atlântico, os militares portugueses a  bordo da fragata "D. Francisco de Almeida" participaram em operações navais lado a lado com os parceiros da NATO.

Durante os quatro meses de missão a fragata portuguesa navegou mais de 2.000 horas e percorreu cerca de 22.000 milhas náuticas. Participou em dois exercícios multinacionais e efetuou presença naval no Mar Báltico, onde participou em exercícios com países aliados e parceiros na região contribuindo assim para a afirmação da coesão dos países pertencentes à aliança da NATO. Apoiou ainda a operação SEA GUARDIAN no Mediterrâneo central onde, durante 47 dias, monitorizou 132 navios contribuindo assim para o esforço da manutenção da segurança marítima internacional.

O navio português visitou 11 portos estrangeiros, reforçando as relações diplomáticas e militares de Portugal com os países aliados e amigos, estreitando laços e fortalecendo a interoperabilidade e abrindo possibilidades a futuras formas de cooperação com as Marinhas daqueles países.

A fragata portuguesa cumpriu a missão com uma guarnição de 188 militares, incluindo duas equipas do pelotão de abordagem de Fuzileiros e uma equipa para operação do helicóptero embarcado.

Top