FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Segunda-feira, 11.12.17 | 20h50
Você está aqui: Home » Notícias »
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
Lusitano 2017 - DVDay
Lusitano 2017 - DVDay
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


700 Anos da Marinha FACEBOOK Oficial

MILITARES PORTUGUESES REGRESSAM A CASA APÓS 70 MISSÕES EM QUATRO MESES


31-12-2014

 

O destacamento português na Lituânia, constituido por 70 militares, termina no dia 01 de janeiro, a missão de Policiamento Aéreo nos Países do Báltico (BAP, na sigla em inglês), após quatro meses na liderança do Bloco 36, constituido por forças canadianas, alemãs e holandesas.

Sob a liderança da Força Nacional Destacada portuguesa, os quatro países da NATO efetuaram mais de 70 missões com vista à interceção de aeronaves desconhecidas, tendo o destacamento português assegurado cerca de 50 por cento das mesmas (scrambles).

Os militares portugueses despediram-se da Lituânia na cerimónia do Handover/Takeover (HOTO) realizada hoje na Base Aérea de Siauliai onde, desde setembro, seis aeronaves F-16 e 70 militares portugueses mantiveram um dispositivo de alerta 24 horas por dia.

Estiveram presentes na cerimónia o Comandante Aéreo, Tenente-General Lopes da Silva, o Chefe do Estado-Maior do Comando Operacional Conjunto, Major-General Fernandes Miranda para além de outras entidades militares e civis dos vários países envolvidos no BAP.

Nos quatro meses em que permaneceram na Lituânia, os "caças" nacionais voaram mais de 300 horas diurnas e noturnas, entre missões operacionais e de treino, por vezes em condições meteorológicas muito adversas.

Portugal será substituído pela Itália, que vai liderar o bloco 37.

 

(Texto e imagens editadas pelo GABCEMGFA)

 

 

Top