Ministério da DefesaMapa das MissõesLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Terça-feira, 24.01.17 | 09h11
A A A  Imprimir Imprimir
Categoriasheader
» NATO - Iraque
 
» UE - TChad
 
» NATO - SNMG1 (Standing NATO Maritime Group 1)
 
» ONU - UNIFIL (United Nations Interim Force in Lebanon)
 
» UE - GUINÉ-BISSAU
 
» ONU - UNMIT (United Nations Integrated Mission in Timor-Leste)
 
» UE - ATALANTA - P3ORION
 
» NATO - OCEAN SHIELD
 
» UNIFIED PROTECTOR
 
» UE - EUFOR ALTHEA BiH (Bósnia-Herzegovina)
 
» UE - EUSEC RDCONGO
 
» ONU - UNMIK (United Nations Interim Administration Mission in Kosovo)
 
» NATO - ICELAND AIR POLICING
 
» EU - Northwest Atlantic Fisheries Organization - NAFO
 
» NATO - BALTICS AIR POLICING
 
» NAM (NATO Assurance Measures) - ROMÉNIA
 
» NATO - International Security Assistance Force - ISAF
 
» ONU - MINUSCA (United Nations Multidimensional Integrated Stabilization Mission in the Central African Republic)
 
» ONU - UNMCOL (United Nations Mission in Colombia)
 
» NATO - OAE (Operation Active Endeavour)
 
» NAM (NATO Assurance Measures) - LITUÂNIA
 
» NATO - KFOR (Kosovo Force)
 
» NATO - RSM (Resolute Support Mission) Afeganistão
 
» ONU - UNAMA (United Nations Assistance Mission in Afghanistan)
 
» ONU - MINUSMA (United Nations Assistance Multidimensional Integrated Stabilization Mission in Mali)
 
» EU - EUNAVFOR ATALANTA (European Naval Force Somalia)
 
» EU - EUTM SOMALIA (European Union military mission to contribute to the training of Somali security forces)
 
» EU - EUMAM RCA (European Military Advisory Mission - República Centro-Africana)
 
» EUTM MALI (European Union Training Mission in Mali)
 
» EU - EUNAVFOR MED - European Union military operation in the southern Central Mediterranean
 
» EU - FRONTEX - Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia
 
» NAM (NATO Assurance Measures) - LITUÂNIA
 
» Combined Joint Task Force - OPERATION INHERENT RESOLVE (CJTF OIR) - Iraque
 
BOAS FESTAS
BOAS FESTAS
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


CONCURSOS HFAR HFAR - Informação aos Utentes

NATO - KFOR (Kosovo Force)


 

O KFOR no Kosovo foi estabelecido em 12 de junho de 1999, na sequência de uma campanha aérea de 78 dias. Esta campanha aérea foi lançada pela Aliança em março de 1999 para deter e reverter a catástrofe humanitária que foi, então, se desdobrando.

   

A KFOR deriva do mandato Resolução 1244 de 10 de Junho de 1999 e do Acordo Técnico-Militar (MTA) entre a NATO e a República Federal da Jugoslávia e da Sérvia. A KFOR nasce sobre o abrigo do Capítulo VII da Carta da ONU e, como tal, é uma operação de imposição da paz, que é geralmente referida como uma operação de apoio à paz.

Inicialmente, o mandato da KFOR foi criado para:

  • Deter as hostilidades e as ameaças contra Kosovo por forças jugoslavas e sérvias;
  • Estabelecer um ambiente seguro e garantir a segurança e a ordem pública;
  • Desmilitarização do Exército de Libertação do Kosovo;
  • Apoiar o esforço humanitário internacional, e coordenar e apoiar a presença civil internacional.

 KOSOVO FORCE (KFOR)

A KFOR atualmente é constituída por 2 Multinational Battle Group (MNBG) e com um efetivo aproximado de 5.000 militares. Depende do JHQ NÁPOLES e tem o seu Comando sedeado em Pristina, capital do Kosovo.

 

   
    

1º Batalhão de Infantaria Mecanizada - OUTUBRO/2016 a ABRIL/2017

 

 

1BiMec - 1841

RESENHA BIOGRÁFICA DO COMANDANTE DO 1BIMec(R)/FND/KFOR


   

1.    Organização e Caracterização do 1BIMec(R)/FND/KFOR

Para esta missão, o 1BIMec(R)/FND/KFOR  reorganizou-se de acordo com a Estrutura Operacional de Pessoal (EOP) aprovada, que contempla um efetivo de 181 militares. Esta estrutura prevê um Comando e Estado-Maior, um elemento de ligação e um módulo de apoio, uma Companhia de Comando e Serviços e uma Companhia de Manobra. Assim, o 1BIMec(R)/FND/KFOR  é constituído pelo seu Comando e Estado-Maior, Secção de Ligação, Módulo de apoio, Companhia de Apoio - com as valências de Transmissões, Apoio Sanitário, Manutenção, Reabastecimento e Serviços e uma Companhia de Manobra. Além de augmentees para funções de Estado-Maior e áreas técnicas do apoio de serviços, o 1BIMec(R)/FND/KFOR  recebeu de reforço o módulo de apoio do Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE), um Pelotão (-) do Regimento de Infantaria Nº14 e uma Secção de Reconhecimento da Zona Militar da Madeira (RG3/ZMM). Durante o mês de Outubro, o 1BIMec(R)/FND/KFOR  irá substituir o 1º Batalhão de Infantaria Paraquedista, constituindo-se como KTM, e ficará sedeado no Campo SLIM LINES, nos arredores de Pristina, atuando como força de reserva da KFOR em todo o território do KOSOVO, podendo ainda, se necessário, ser empregue na Bósnia-Herzegovina.

O 1BIMec(R)/FND/KFOR  após a chegada ao KOSOVO terá uma constituição multinacional, na medida em que será reforçado por militares húngaros, mais precisamente através de uma companhia de manobra, algumas funções no Comando e Estado-maior e na Companhia de Comando e Serviços. A força no seu total contará com 315 efetivos, 181 de Portugal e 134 da Hungria.

2. Síntese Histórica do 1BIMec(R)/FND/KFOR

A reorganização do Exército de 1992 cria o 1º Batalhão de Infantaria (1BI), da Brigada de Intervenção, no Regimento de Infantaria N.º 13, em Vila Real, o qual foi superiormente definida a seguinte missão genérica:"Participar na defesa terrestre do Território Nacional de acordo com as missões que lhe forem cometidas em planos operacionais"Por despacho de S.Exª o General CEME, no início de 1999 o 1BI ascende à categoria de Força Operacional de Projeção do Exército. Pretendeu-se, assim, passar a dispor de forças dotadas de alta flexibilidade, capazes de responder ao espectro de tipologias e diversidade das missões de paz.Com a introdução das novas Viaturas Blindadas de Rodas PANDUR II (8X8) na sua estrutura, e após revisão do conceito de emprego por despacho de S.Exª o General CEME, de 05 de Agosto de 2009, foi aprovado o novo Quadro Orgânico do 1BI com a seguinte missão: "O 1BI prepara-se para executar operações em todo o espectro das operações militares, no âmbito nacional ou internacional, de acordo com a sua natureza" Na sua história recente o Batalhão tem vindo a constituir-se como Força Nacional Destacada, tendo participado nas seguintes missões:

  • Agrupamento ALFA/SFOR: 15 de julho de 1998 a 12 de janeiro de 1999, na Bósnia-Herzegovina;
  • Agrupamento CHARLIE/KFOR: 11 de fevereiro a 11 de agosto de 2000, no KOSOVO;
  • 1ºBI/UNTAET: 12 de outubro de 2001 a 09 de junho de 2002, em TIMOR LESTE;
  • Agrupamento HOTEL/UNMISET, 24 de janeiro a 11 de junho de 2004, em TIMOR LESTE;
  • 1BI/EUFOR: 22 de julho de 2006 a 08 de março de 2007, na BÓSNIA- HERZEGOVINA;
  • 1BI/KFOR, 24 de março a 26 de setembro de 2009, no KOSOVO;
  • 1BI/KFOR, 25 de março a 26 de setembro de 2012, no KOSOVO.

3. Heráldica do 1BIMec(R)/FND/KFOR

a.  Armas

Escudo de prata, um lobo rampante de negro; banda de vermelho, brocante, carregada de uma baioneta de ouro;

Elmo militar de prata, forrado de vermelho, a três quartos para a dextra;

Correia de vermelho perfilada de ouro;

Paquife e virol de prata e de negro;

Timbre: o lobo do escudo segurando na garra dextra o escudete da Brigada de Intervenção (de azul, a planta de uma fortaleza de prata); 

Divisa: Num listel de prata, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de negro, maiúsculas, de estilo elzevir "POR ÚNICO MÓBIL A HONRA E A DIGNIDADE".

 b.  Simbologia

A PRATA, do campo recorda o manto de neve das Serras do Marão e de toda a zona de Vila Real, indissociável do seu Regimento de Infantaria Nº13, unidade mobilizadora do 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas.

O LOBO, caracteriza a força e a coragem do soldado transmontano.

A BANDA, peça heráldica de primeira ordem que atravessa diagonalmente o escudo, representa a generosidade e a disponibilidade para enfrentar privações, fadigas e dificuldades de toda a espécie em quaisquer Teatros de Operações.

A BAIONETA, arma adaptada ao combate próximo, evoca a audácia e a resignação estóica do Infante.

O ESCUDETE, da Brigada de Intervenção é uma referência a esta grande unidade operacional, responsável pela instrução e pelo aprontamento do 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas.

A DIVISA, "POR ÚNICO MÓBIL A HONRA E A DIGNIDADE", citação do "Código de Honra do Infante", resume a motivação dos militares do 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado de Rodas, na participação de importantes missões de apoio à paz.

Os esmaltes significam:

OURO, sabedoria e fé;

A PRATA, franqueza e humildade;

O VERMELHO, bravura e generosidade;

O NEGRO, firmeza e constância nas adversidades.

4Constituição da Força Multinacional no KOSOVO - KFOR

A KOSOVO FORCE (KFOR), Força Multinacional liderada pela NATO, é responsável por estabelecer e manter um ambiente seguro no território e assegurar a liberdade de movimentos, entre outras tarefas. Iniciou a sua missão em 12 de Junho de 1999, cumprindo um mandato da Organização das Nações Unidas (ONU), que teve por base a Resolução 1244 do seu Conselho de Segurança.

A KFOR atualmente é constituída por 2 Multinational Battle Group (MNBG) e com um efetivo aproximado de 4559 militares. Depende do JHQ NÁPOLES e tem o seu Comando sedeado em PRISTINA, capital do KOSOVO.

 

5. Missão do 1BIMec(R)/KTM/TACRES/KFOR

O KTM/TACRES/KFOR conduz operações de Outubro de 2016 a Abril de 2017 em todo o território do KOSOVO para contribuir para um ambiente seguro e estável. À ordem prepara-se para ser empregue na Bósnia Herzegovina.