FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Quinta-feira, 19.07.18 | 01h23
Você está aqui: Home » Notícias »
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
'Lobos' da Força Aérea Portuguesa em missão NATO de vigilância marítima e patrulha dos céus dos países bálticos - 'NATO Assurance Measures 2018'
'Lobos' da Força Aérea Portuguesa em missão NATO de vigilância marítima e patrulha dos céus dos países bálticos - 'NATO Assurance Measures 2018'
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


Linha de Apoio EMGFA

Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO


27-06-2018

Portugal liderou até ontem, dia 27 de junho, o maior exercício de interoperabilidade da NATO, o CWIX – “Coalition Warrior Interoperability eXploration, eXperimentation, eXamination, eXercise” -, que juntou 1200 participantes, entre nações aliadas, parceiras, organismos NATO e da União Europeia, do “European Union Military Staff (EUMS)”, em Bydgoszcz, na Polónia.

Portugal participa no CWIX de forma ativa desde 2016 e este ano assume pela primeira vez a liderança de uma das 16 áreas específicas de testes, concretamente na área da Ciberdefesa, contribuindo, assim, para a relevância nacional junto da NATO e das nações Aliadas.

Este exercício, de periocidade anual, é dirigido pelo comando militar NATO de Norfolk, nos EUA (“Allied Command Transformation”) e é conduzido nas instalações do centro de treino conjunto do quartel da NATO na Polónia, visando a resolução dos desafios de interoperabilidade que os tempos modernos colocam, tendo por base a federação de pessoas, processos e tecnologia.

A equipa portuguesa, composta por 21 elementos, é liderada pelo Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), através da Direção de Comunicações e Sistemas de Informação, contando com a participação de militares dos três ramos das Forcas Armadas e da Secretaria-Geral do Ministério da Defesa Nacional.

Esta equipa esteve centrada em três áreas específicas, nomeadamente, Ciberdefesa, “Federated Mission Networking (FMN)” e “Friendly Force Tracking (FFT)”.

Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO2 - 2434
Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO3 - 2435
Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO4 - 2436
Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO5 - 2437
Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO6 - 2438
Portugal lidera Ciberdefesa no maior exercício de interoperabilidade da NATO7 - 2439

Top