FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Terça-feira, 25.09.18 | 02h26
Você está aqui: Home » Notícias »
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
Último mês de missão da Força Aérea na Lituânia
Último mês de missão da Força Aérea na Lituânia
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


Linha de Apoio EMGFA

Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana


2-09-2018

A Força de paraquedistas portuguesa  em missão na República Centro- Africana  levou a efeito uma operação durante o dia 31 de agosto em apoio de uma ação humanitária solicitada pelas Nações Unidas.

De acordo com informações de observadores no local e agências humanitárias, um número indeterminado de mortes, principalmente de crianças, por causas desconhecidas tem sido relatado na aldeia de Mingala, local inóspito no centro do país a cerca de 500 km da capital Bangui, apenas acessível pelo meio da selva.

A ajuda humanitária teve como principal objetivo avaliar e recolher elementos de informação para posterior análise e determinação das causas das mortes na região e fornecer medicamentos de emergência para salvar vidas.

O deslocamento foi efetuado por helicóptero tendo os 30 militares paraquedistas portugueses assegurado as operações de reconhecimento das zonas de aterragem, a segurança da área bem como a escolta e proteção próxima do grupo de especialistas civis das Nações Unidas e dos elementos de várias agências humanitárias em missão na República Centro-Africana.

Face ao perigo conhecido da existência de grupos armados a operar na região, os paraquedistas portugueses assumiram posições defensivas em redor da aldeia e da zona de aterragem dos helicópteros com apoio aéreo de reconhecimento por parte dos helicópteros de ataque senegaleses, para deteção de atividade suspeita.

Na operação participaram dois helicópteros de transporte do Paquistão e do Sri Lanka e dois  helicópteros de ataque e proteção do Senegal (MI-35), tendo a coordenação dos meios aéreos ficado a cargo do controlador aéreo táctico avançado da Força Aérea Portuguesa.

Os elementos das Nações Unidas recolheram análises para posterior determinação das causas das mortes.

Para mais informações: Porta-voz e Relações Públicas do Gabinete do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, Comandante Pedro Coelho Dias: 966 226 463

Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana2 - 2555
Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana3 - 2556
Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana4 - 2557
Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana5 - 2558
Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana6 - 2559
Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana7 - 2560
Paraquedistas realizam operação de ajuda humanitária a 500 km da capital da República Centro-Africana8 - 2561

Top