FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Segunda-feira, 18.02.19 | 09h05
Você está aqui: Home » Notícias »
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
Militares do Exército da Força de Reação Rápida na operação da NATO “Resolute Support Mission”
Militares do Exército da Força de Reação Rápida na operação da NATO “Resolute Support Mission”
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


Linha de Apoio EMGFA

Fragata “Corte-Real” integrada em força da NATO treina com navios da Marinha Britânica


10-10-2018

Passado um ano após a conclusão do “Operational Sea Training (OST)” em Plymouth, Reino Unido, em 30 de setembro de 2017, a fragata “Corte-Real”, da Marinha portuguesa, regressa à área de exercícios do “Flag Officer Sea Trainig (FOST)”, da Marinha Britânica, para mais um treino operacional de mar.

O navio português, integrado na Força Naval Permanente da NATO (“Standing NATO Maritime Group 1 [SNMG1]), teve oportunidade de, na passada quinta-feira, dia 4 de outubro, participar na já conhecida “Weekly War”, ou “Guerra de 5ª feira”, juntamente com os restantes navios da SNMG1. 

Esta participação contribuiu para enriquecer o treino proporcionado pelo FOST aos navios sob o seu programa de treino e avaliação, assim como para a manutenção dos elevados padrões de prontidão e resposta dos meios integrados na SNMG1.

O “Task Group” constituído para a realização da “Weekly War” contou com quatro navios em treino, nomeadamente, o HMS Northumberland (Reino Unido), o HMS Montrose (Reino Unido), o HNLMS Johan De Witt (Holanda), o ORP General Kazimierz Pulaski (Polónia) e três navios da SNMG1, o HDMS Esbern Snare (Dinamarca), HNOMS Helge Ingstad (Noruega) e a Fragata “Corte-Real”.

Coube ao HMS Northumberland do Reino Unido exercer a função de Comandante da Força Naval, com uma missão que começou por um trânsito em canal rocegado sob ameaça assimétrica e de minas, passando por um trânsito multiameaça (aérea, superfície e Sub-superficie), garantindo a segurança da unidade essencial para a missão, neste caso o HNLMS Johan De Witt (navio anfíbio). A operação culminou com a realização de uma operação anfíbia simulada. 

Fragata “Corte-Real” integrada em força da NATO treina com navios da Marinha Britânica2 - 2628

Top