FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Segunda-feira, 25.03.19 | 10h06
Você está aqui: Home » Notícias »
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
Militares do Exército da Força de Reação Rápida na operação da NATO “Resolute Support Mission”
Militares do Exército da Força de Reação Rápida na operação da NATO “Resolute Support Mission”
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


Linha de Apoio EMGFA

Paraquedistas regressam a cidade centro-africana palco de confrontos nos últimos meses


9-01-2019

Os paraquedistas portugueses da 4ª Força Nacional Destacada, em missão na República Centro-Africana ao serviço da Organização das Nações Unidas, regressaram novamente a Bambari, cidade no sector centro do país, a 400 km da capital Bangui.

Destaca-se que, pela primeira vez neste teatro de operações, o contingente português está a utilizar as viaturas blindadas de rodas PANDUR, projetadas recentemente pelo Exército para a República Centro-Africana. Esta é igualmente a primeira vez que este tipo de viaturas são utilizadas pelo Exército português num teatro de operações em África. O emprego das PANDUR proporciona uma maior proteção à força e maior versatilidade na condução das exigentes operações com que os militares portugueses se têm deparado constantemente no terreno.

Recorde-se que no início do passado mês de novembro, os paraquedistas tiveram de atuar para proteger a população civil de Bambari, tendo a cidade sido palco de violentos e longos combates em ambiente urbano entre grupos fortemente armados e os paraquedistas portugueses, dos quais resultou um ferido ligeiro entre os militares portugueses. 

Durante as operações de manutenção de paz o contingente de capacetes azuis portugueses sofreu por diversas vezes emboscadas e bloqueio de passagens, consequência da demonstração de força dos grupos armados contra a presença de capacetes azuis na região.

A missão das tropas especiais de paraquedistas portugueses em Bambari terá como prioridade a proteção e a segurança de civis inocentes na região, que têm sido diretamente atingidos pelos confrontos interétnicos entre os diferentes grupos armados presentes na cidade. Os grupos armados disputam entre si recursos e a cobrança ilegal de impostos à população, ameaçando atualmente a estabilidade, a segurança e a liberdade de circulação, com impacto direto no exercício pleno do estado de direito por parte das instituições governamentais. 

VER E DESCARREGAR VÍDEO. 

Paraquedistas regressam a cidade centro-africana palco de confrontos nos últimos meses2 - 2735
Paraquedistas regressam a cidade centro-africana palco de confrontos nos últimos meses3 - 2736
Paraquedistas regressam a cidade centro-africana palco de confrontos nos últimos meses4 - 2737
Paraquedistas regressam a cidade centro-africana palco de confrontos nos últimos meses5 - 2738
Paraquedistas regressam a cidade centro-africana palco de confrontos nos últimos meses6 - 2739

Top