FACEBOOK OficialHospital das Forças ArmadasLista das MissõesMarinhaExércitoForça Aérea
printBanner
Segunda-feira, 21.04.19 | 23h54
A A A  Imprimir Imprimir
NoticiasHeader
Militares do Exército da Força de Reação Rápida na operação da NATO “Resolute Support Mission”
Militares do Exército da Força de Reação Rápida na operação da NATO “Resolute Support Mission”
header
Receba a nossa newsletter para estar a par de todas as nossas actividades.


Linha de Apoio EMGFA

INICIATIVA 5+5


EXERCÍCIO SEABORDER 2015

 

O Diálogo 5+5 foi lançado em 1983 e tinha como objetivo promover a cooperação entre os países ribeirinhos do Mediterrâneo Ocidental, nomeadamente a França, Itália, Portugal, Espanha, a que posteriormente se juntou Malta (da margem norte) e a Argélia, Líbia, Mauritânia, Marrocos e Tunísia (da margem sul), numa clara tentativa de apoio a estes últimos países, para as áreas da gestão dos recursos naturais, do desenvolvimento dos laços económicos e de apoio financeiro, bem como no campo da emigração e do apoio à cultura, numa perspetiva conjunta de se criar uma zona de paz e cooperação, sem qualquer dimensão militar.

    No sentido de estimular o Diálogo 5+5 e de alargar esta cooperação à dimensão de segurança e de defesa, a França decidiu lançar, em 2004, uma iniciativa de cooperação restrita no formato 4+3 (Portugal, Espanha, França e Itália, mais Argélia, Marrocos e Tunísia). Procurava, assim, promover uma cooperação mais virada para aspetos práticos, tendo em vista a curto prazo, nomeadamente, a realização de exercícios, no sentido de desenvolver uma capacidade de atuação conjunta.

    Ainda em 2004 teve lugar, em Roma, uma reunião, já com a presença da Líbia, Malta e Mauritânia (formato 5+5). Nesta reunião foi aprovado um "Documento de Entendimento", a ser assinado pelos Ministros da Defesa dos "5+5", e um "Plano de Atividades para a cooperação multilateral sobre segurança na bacia ocidental do Mediterrâneo", englobando as seguintes áreas:

  • Vigilância Marítima;
  • Participação das Forças Armadas no domínio da Proteção Civil;
  • Segurança Aérea.

RESUMO

    A "Iniciativa 5+5" Defesa procura, através de medidas concretas de cooperação entre os países do Mediterrâneo Ocidental, ajudar a criar e manter um clima de confiança e de franca colaboração entre os dez países, com o objetivo de dar um contributo significativo para soluções que respondam a preocupações comuns na área da segurança e defesa. Apesar da sua curta existência, a Iniciativa tem demonstrado ser um claro exemplo de sucesso, revelando um potencial "laboratorial" para ensaio de medidas de cooperação mais alargada na região do Mediterrâneo, e constituindo-se por outro lado num possível modelo inspirador para outros formatos mais complexos, tais como o Processo de Barcelona (UE) ou o Diálogo do Mediterrâneo (NATO).